CARMENS TOPO
sheik
casa da linguiça
Magaldi
PRF

Drogas que vinham para o Rio Grande do Sul são interceptadas pela PRF no Paraná

Carregamentos de maconha estavam em dois ônibus de viagem e seriam levados para Santa Maria e Carazinho

09/10/2019 13h24Atualizado há 1 semana
Por: Fabrício Vieira
72
Passageiros que transportavam os entorpecentes foram presos em flagrante | Foto: PRF
Passageiros que transportavam os entorpecentes foram presos em flagrante | Foto: PRF

Dois carregamentos de drogas, que tinha como destino o Rio Grande do Sul, foram interceptados durante a madrugada desta quarta-feira no Paraná. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os flagrantes ocorreram na BR 163, em Guaíra. 

Por volta das 2h30min, o efetivo da PRF abordou um coletivo que saiu de Santarém, no Pará, com destino a Porto Alegre. No bagageiro do veículo foram encontradas duas mochilas com 31,5 quilos de maconha. Um passageiro de 28 anos de idade foi identificado e preso em flagrante. Ele embarcou em Eldorado, no Mato Grosso do Sul, e pretendia levar a maconha até Santa Maria.

Depois, um outro ônibus que fazia a linha entre Alta Floresta (MT) e Cascavel (PR) também foi abordado pela PRF no mesmo trecho da rodovia. No bagageiro, os policias rodoviários federais descobriram duas malas com 21,3 quilos de maconha. Um passageiro de 21 anos foi detido. Ele subiu em Aral Moreira, no Mato Grosso do Sul, e levaria a droga até Carazinho.

Maconha em caçamba de caminhonete em Santa Catarina 

Em Santa Catarina, a PRF confirmou que é gaúcho o motorista preso com 93,4 quilos de maconha na BR 101, em Barra Velha. Ele conduzia uma caminhonete Fiat Strada, com placas de Contenda, no Paraná, que foi abordada na terça-feira.

A Polícia Militar foi acionada e trouxe a cadela farejadora Gaia que deu sinal positivo para presença de algum entorpecente na tampa do compartimento de carga do veículo.

A caçamba foi desmontada e tijolos de maconha foram encontrados inclusive nas laterais do compartimento. O condutor foi preso em flagrante, mas optou por permanecer calado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.