CARMENS TOPO
sheik
Magaldi
casa da linguiça
Política

Eleições 2020: pesquisa mostra cenários para Porto Alegre

Manuela D'Ávila lidera pesquisa para as Eleições 2020, seguida de Sebastião Melo e Nelson Marchezan Jr.; atual prefeito tem a maior rejeição.

08/10/2019 11h20Atualizado há 2 semanas
Por: Fabrício Vieira
24
Pesquisa Correio do Povo/Instituto Methodus mostra cenário para as eleições de 2020 em Porto Alegre
Pesquisa Correio do Povo/Instituto Methodus mostra cenário para as eleições de 2020 em Porto Alegre

Pesquisa do Instituto Methodus mostrou a intenção de votos para a prefeitura de Porto Alegre nas Eleições 2020. A um ano do pleito na Capital, na menção espontânea, 72% dos entrevistados disseram não saber em quem votariam se a eleição fosse hoje. Entre os citados como possíveis candidatos, a ex-deputada e ex-candidata a vice-presidente, Manuela D’Ávila (PCdoB) teria 8% de intenção de votos. Em segundo lugar está o deputado estadual Sebastião Melo (MDB), com 6%. O atual prefeito, Nelson Marchezan Júnior (PSDB), tem 4% das intenções.

Aparecem ainda na pesquisa espontânea a deputada estadual Luciana Genro (PSol), com 2%, e a deputada federal Maria do Rosário (PT), com 1%. Os demais citados não atingiram 1% das intenções de voto. Brancos e nulos somaram 7%.

Pesquisa estimulada

Nas quatro pesquisas estimuladas para as Eleições 2020, Manuela lidera as intenções de voto, variando entre 17% a 27%, dependendo do cenário. Sebastião Melo, que disputou a última eleição e perdeu no segundo turno para Marchezan, permanece em segundo lugar nos quatro cenários, variando na intenção de voto de 11% a 22%. Também nos quatro cenários, Marchezan Júnior aparece em terceiro lugar, recebendo entre 9% e 12% das intenções de voto.

No primeiro cenário estimulado, além dos três candidatos já citados, aparecem Luciana Genro, 6%; Maria do Rosário, 5%; Beto Albuquerque (PSB), 4%; Juliana Brizola (PDT), 4%; Fábio Ostermann (NOVO), 3%; Any Ortiz (Cidadania), 3%; Thiago Duarte (Dem) 3%; Maurício Dziedricki (PTB), 3%; Ruy Irigaray (PSL) 2%; Gustavo Paim (PP), 1%; e Carlos Gomes (Republicanos), 1% dos votos. Brancos e nulos somam 12%, e não sabem atingem 17%.

Rejeição aos candidatos

Na questão em que os eleitores pesquisados avaliam a rejeição aos candidatos, Marchezan Júnior lidera com 40%, seguido por Maria do Rosário, 38%, e Manuela, com 33%. Dos demais candidatos indicados: Luciana Genro tem 26%; Juliana Brizola, 12%; Beto Albuquerque e Ruy Irigaray tem 11%; Gustavo Paim e Maurício Dziedricki, aparecem com 10%; Carlos Gomes e Any Ortiz têm 9%; Fábio Ostermann, tem 8%; Melo, tem 7%; e Thiago Duarte, 6%. Não rejeita nenhum, tem 14%, e não sabe, 5%.

Avaliação de Marchezan

A pesquisa também avaliou a administração de Nelson Marchezan Júnior (PSDB) como prefeito de Porto Alegre. A análise utilizou a escala de 1 a 5. Segundo o levantamento, 64% dos porto-alegrenses considera o governo péssimo ou ruim. Os eleitores que consideram o mandato de Marchezan regular somam 22%. Já quem acha a administração ótima ou boa totaliza 14%.

A pesquisa ainda mediu a aprovação e reprovação da gestão Marchezan. De acordo com o Instituto Methodus, 74% rejeita o governo e 26% aprova.

pesquisa sobre as eleições 2020 foi realizada pelo Instituto Methodus entre os dias 2 e 7 de outubro, com 800 entrevistados. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos em um intervalo de confiança de 95%.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.