sheik
CARMENS TOPO
casa da linguiça
Magaldi
Polícia Civil

Quadrilha usa explosivos em ataque a banco em Vale do Sol

Grupo abriu caixas de autoatendimento do Banco do Brasil e tentaram acessar prédio do Banrisul

08/10/2019 11h00Atualizado há 2 semanas
Por: Fabrício Vieira
45
Criminosos explodiram caixas eletrônicos em Vale do Sol
Criminosos explodiram caixas eletrônicos em Vale do Sol

Quatro criminosos atacaram durante a madrugada desta terça-feira uma agência do Banco do Brasil localizada em Vale do Sol, no Vale do Rio Pardo. Conforme a Polícia Civil, a ação ocorreu por volta das 3h e com uso de explosivos. A quadrilha explodiu caixas de autoatendimento e efetuou disparos de 12 e 9 milímetros, deixando cerca de 15 cápsulas deflagradas no local. O delegado Marcelo Chiara Teixeira informou que houve danos também em caixas do Banrisul, mas o quarteto não teve acesso ao interior do prédio. 

O comandante do 23º Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Giovani Paim Moresco, disse que os quatro criminosos tentaram assaltar, primeiro, a agência do Banrisul, depois de chegar ao Centro da cidade em um Gol. “Não obtiveram êxito e partiram para a agência do Banco do Brasil. O que achamos curioso é que eles desistiram do Banrisul porque a cortina de fumaça foi disparada”, afirmou. Já na segunda agência, eles realizaram cerca de quatro explosões e conseguiram levar o dinheiro de dois caixas eletrônicos.

Moresco relatou que os suspeitos chegaram do interior do município em direção à RSC 287. “Como o quartel da BM fica do outro lado da cidade, é possível que tenha sido uma tentativa de evitar o contato ou confronto com as forças policiais”, disse. Na fuga, os criminosos incendiaram um carro que teria sido furtado ainda no domingo, em Santa Cruz do Sul, no estacionamento da Loja Havan. O veículo foi abandonado em Linha Trombudo, a cerca de dois quilômetros da cidade de Vale do Sol. A Brigada Militar realiza buscas na região e pede o auxílio da população para que entre em contato caso perceba qualquer movimentação estranha.

Nas buscas, policiais de diversos municípios da região foram mobilizados. “Temos algumas linhas de ações para estreitar a ação da Brigada Militar, com barreiras estabilizadas. Estamos em Vale do Sol, Santa Cruz do Sul, Vera Cruz, Candelária e outros municípios. Nossa intenção é capturar esses criminosos”, disse Moresco. O tenente-coronel também acredita que o grupo possa tentar repassar as cédulas manchadas, fruto do roubo. “Se receber uma cédula com uma pigmentação vermelha, ligue imediatamente para o 190, com segurança, é claro, esperando a pessoa deslocar do estabelecimento”, orienta.

O ataque com tiros e explosivos assustou os moradores das proximidades. “Foi terrível, assustador. Foi um estrondo que parece que balançou toda a cidade. Foi uma noite assustadora”, disse uma moradora da cidade, que preferiu não se identificar. Outro morador das proximidades, que não se identificou, disse que acordou com o barulho de quatro explosões, além dos tiros.

A agência do Banco do Brasil de Vale do Sol também foi alvo de ataque em julho de 2015. No entanto, a tentativa foi frustada pela Polícia Civil. A Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec) de Santa Cruz do Sul montou uma operação com 30 policiais, após moradores terem denunciado atitude suspeita de dois homens em um carro preto nas redondezas da agência bancária. Os criminosos foram surpreendidos pelos policiais dentro do banco. Também em agosto de 2010 criminosos tentaram arrombar o banco durante a madrugada. Na ocasião, os suspeitos fugiram em um Chevrolet Astra que foi localizado na divisa entre Gramado Xavier e Barros Cassal.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.