• Porto Alegre, 25/06/2024
  • A +
  • A -
Publicidade

Troca de Asfalto no Aeroporto de Porto Alegre: Custos Chegam a R$ 1 Bilhão

Nesta semana, iniciaram-se os trabalhos de limpeza e avaliação dos danos.

Poa 24 horas
Troca de Asfalto no Aeroporto de Porto Alegre: Custos Chegam a R$ 1 Bilhão Foto: Reprodução / Internet
Publicidade

Andreea Pal, CEO da Fraport Brasil, concessionária responsável pelo Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, revelou que será necessário substituir o asfalto e a sub-base da pista de pouso e decolagem, que foram danificados pela inundação ocorrida no mês passado na capital do Rio Grande do Sul.

Em entrevista, Pal explicou que a espessura do asfalto em algumas partes da pista pode chegar a 60 centímetros. Ela destacou que o início das operações, previsto para dezembro, dependerá da reconstrução da sub-base e do asfalto.

O aeroporto foi fechado em 3 de maio devido à inundação do lago Guaíba, que atingiu o bairro Anchieta e invadiu a pista e o primeiro pavimento do terminal. Nesta semana, iniciaram-se os trabalhos de limpeza e avaliação dos danos. Testes e sondagens estão sendo realizados para verificar as condições do pavimento, com análises que podem levar até 45 dias.

Pal mencionou que estão sendo feitas perfurações na pista para examinar a condição do material subjacente, que será analisado em laboratórios. Equipamentos que simulam aviões ajudarão a medir a resistência do asfalto pós-inundação, juntamente com ferramentas de inteligência artificial.

O custo estimado para a reconstrução do aeroporto é de R$ 1 bilhão, valor que está sendo discutido com o governo federal. Apesar do seguro contra enchentes, a cobertura não chega aos R$ 130 milhões necessários para os danos, o que levou a Fraport a solicitar um estudo de reequilíbrio econômico-financeiro do contrato com a ANAC.

Pal ressaltou que a maior preocupação atualmente é técnica, não financeira, e que é crucial determinar as ações necessárias para a recuperação. Segundo o deputado Frederico Antunes, a retomada das operações pode custar cerca de R$ 300 milhões, com equipamentos estimados em R$ 45 milhões.

A internação de partes críticas, como os aparelhos de raio-X e motores de esteiras, também sofreu danos significativos. O aeroporto permanece fechado, com um Notam indicando a interdição até pelo menos 10 de agosto. A Aeronáutica emitiu um Suplemento AIP, válido enquanto durar a restrição.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.