Magaldi
sheik
casa da linguiça
CARMENS TOPO
sheik
Cordão Humano

Bandidos que assaltaram agências bancárias ontem, fazem cordão humano para se proteger e fugir

Quadrilha atacou Banrisul e Sicredi do município de Ibarama

04/12/2019 13h25Atualizado há 1 semana
Por: Fabrício Vieira
56
Cordão humano deu proteção para os bandidos fugirem
Cordão humano deu proteção para os bandidos fugirem

Quadrilha atacou, simultaneamente, aproximadamente às 14hs desta terça-feira (3), as agências bancárias do Sicredi e do Banrisul de Ibarama, cidade com menos de cinco mil habitantes na região Centro-Serra do Rio Grande do Sul. O grupo fez um cordão humano com pessoas que estavam nas proximidades e dentro dos bancos para atacar os locais e, depois, fugiu em dois veículos, um Cruze e um Golf. Ambas as agências estão localizadas na rua Júlio Bridi, no centro, distantes a menos de um quilômetro do 23º Batalhão de Polícia Militar - 3º Grupamento Ibarama.

Durante a ação, os criminosos dispararam tiros para o alto e levaram reféns, um deles, inclusive, pendurado no veículo para que a Polícia não atirasse. Eles foram soltos posteriormente na localidade de Linha Salete, sem ferimentos. As Brigadas Militares de municípios vizinhos auxiliam nas buscas. 

A moradora Janete Durigon assistiu à ação em frente ao Sicredi da janela da casa onde trabalha, tomada por apreensão. "É uma cidade pequena. A gente nunca pensa que pode acontecer algo assim. Parecia um filme de terror, porque dá uns 200 metros e vimos as pessoas de mãos pra cima. Depois, de mãos dadas, formando aquele cordão humano", conta. Pelo baixa população, ela diz que todo mundo se conhece. "Entrei em pânico, principalmente quando atiraram. A gente não sabia se era para cima ou nas pessoas, mas depois vimos que era para o ar", diz.

Um ataque a duas agências bancárias, no estilo “novo cangaço”, foi registrado no município no começo da tarde desta terça-feira. 

A quadrilha, fazendo o uso de moradores como escudo, atacou as agências do Sicredi e do Banrisul, por volta das 13h30. O grupo de assaltantes é formado por pelo menos quatro homens. 

Segundo relato de moradores via redes sociais, os criminosos deram tiros de fuzil para o alto e abordaram os moradores que se aproximavam do local da ocorrência. Após o crime, o grupo criminoso fugiu em um Cruze branco, com os vigilantes dos bancos como reféns, em direção a região de Arroio do Tigre. Os vigilante já foram libertados.

A Brigada Militar está mobilizada e procura pela quadrilha na região. Ibarama é uma cidade com pouco mais de 4 mil habitantes, no Vale do Rio Pardo, e fica a 100 quilômetros de Santa Cruz do Sul.

#poa24hs

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários