Magaldi
sheik
CARMENS TOPO
casa da linguiça
Operação Regresso

Empresário de Gravataí, que aluga gados para rodeios, está envolvido em um dos maiores esquemas de roubo de gado no RS

Oito pessoas estão sendo presas na região metropolitana e serra por integrarem organização criminosa especializada em abigeato;

03/12/2019 13h06Atualizado há 3 dias
Por: Fabrício Vieira
64

Um dos principais integrantes do bando, o indivíduo Fagner da Silva Coimbra, apelido “Pipo”, é produtor rural e um dos principais alugadores de gado para rodeios da região metropolitana. O investigado utilizava suas movimentações de gado para transportar animais furtados. 

Oito pessoas estão sendo presas na região metropolitana e serra por integrarem organização criminosa especializada em abigeato; 80 policiais civis e 8 fiscais agropecuários da Secretaria Estadual de Agricultura participam da operação. O pedido teve deferimento do Poder Judiciário, sendo realizadas buscas nos municípios de Caxias do Sul, Gravataí, Viamão e Minas do Leão. 

A DECRAB/Bagé (Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes Rurais e Abigeato) investigou por três meses uma organização criminosa responsável por vários crimes de abigeato no Estado. A operação levou o nome de Regresso por ter sido o retorno de uma modalidade de abigeato (quadrilha que utilizando caminhões furta grande quantidade de animais bovinos de uma só vez) que estava praticamente extinto desde o ano de 2017.

 Conforme apontam as investigações, apenas em 2019, a quadrilha foi responsável pelo furto de mais de 300 animais bovinos, fatos que trouxeram enormes prejuízos aos produtores rurais das regiões atacadas.

 

No curso das investigações a Polícia Civil apreendeu 186 animais bovinos sem procedência, além de grande quantidade carne de abigeato. Como a maioria dos animais furtados já foram abatidos, a DECRAB irá representar junto ao Poder Judiciário pelo perdimento dos semoventes apreendidos em favor das vítimas, como forma de minimizar os prejuízos sofridos com ataques da quadrilha.

Os policiais acreditam que se trate da maior e mais bem organizada quadrilha de abigeato em atividade no Rio Grande Sul. Durante as investigações um dos envolvidos no esquema criminoso, utilizando-se de influência, chegou a procurar um deputado estadual objetivando buscar apoio político, através de “contatos” para frustrar o trabalho dos policiais e fiscais agropecuários da Secretaria de Agricultura que participam das investigações. Servidores foram ameaçados com denuncias nos órgãos corregedores. Os fatos já foram levados à justiça através do processo que corre junto a comarca de Palmares do Sul. 

 

A equipe da DECRAB/Bagé acredita que com a desarticulação da quadrilha os índices de abigeato, no que tange essa modalidade de furto de em média 20 animais por vez, tenham significativa diminuição no final do ano no Estado. 

Resultado da operação: 7 presos preventivos, nas cidades de Caxias do Sul, Gravataí e Minas do Leão. Outro investigado acabou sendo preso em flagrante por posse irregular de arma de fogo, o que contabiliza, até o momento, 8 presos. Também foram apreendidos veículos da quadrilha dentre eles, 2 caminhões boiadeiros, que eram utilizados nos furtos. Reataram apreendidos aproximadamente 150 kg de carne sem procedência.

Fonte: Polícia Civil, DECRAB/Bagé, deflagra OPERAÇÃO REGRESSO.

#poa24hs

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários