CARMENS TOPO
Magaldi
sheik
casa da linguiça
Polícia Civil

ADOLESCENTE ESTUPROU O PRÓPRIO PRIMO E LHE TRANSMITIU HIV.

MAIS UMA AÇÃO DA OPERAÇÃO INOCÊNCIA: ADOLESCENTE É APREENDIDO POR ESTUPRO DE VULNERÁVEL, EM CANOAS.

14/10/2019 18h35Atualizado há 4 semanas
Por: Fabrício Vieira
361

Policiais Civis da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente, coordenados pelo Delegado Pablo Queiroz Rocha, cumpriram mandado de busca, apreensão e internação na FASE, no bairro Estância Velha, em Canoas. 

Os policias civis apreenderam  o homem de iniciais J.S.B, de 18 anos de idade, por ter estuprado o seu primo de apenas 11 anos de idade, ocasião em que veio a transmitir moléstia grave (AIDS) para a criança.

A vítima relatou à madrasta que sentia dores físicas e que estava com feridas, sendo que após ser encaminhada ao hospital, foi constatado se tratar de doenças sexualmente transmissíveis, dentre estas AIDS.

O adolescente infrator estava morando na cidade de São Leopoldo com outro rapaz e já tinha conhecimento do mandado em seu desfavor, razão pela qual estava se escondendo na casa de familiares, em Canoas, alternando paradeiro a fim de frustrar as ações policiais que visavam sua captura e apreensão.

Segundo o Delegado Pablo Rocha, trata-se de fato impactante, eis que ocorrido intra familiar, com graves consequências físicas e não apenas psíquicos à vítima. A relação de proximidade, que deveria ensejar proteção recíproca e afeto, serviu de amparo para nefastas e ilícitas práticas pelo adolescente infrator. 

O Diretor da 2 Delegacia de Polícia Metropolitana - 2DPRM - Delegado Regional Mario Souza esclarece que: “o esforço da polícia civil foi para que a impunidade ao grave ato não ocorresse.” 

Após os trâmites legais, o adolescente infrator será encaminhado à FASE.

DENÚNCIAS ANÔNIMAS

LINHA DIRETA (51) 3462-6727

www.pc.rs.gov.br

WhatsApp (51) 98608-9984

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários