casa da linguiça
Magaldi
sheik
CARMENS TOPO
Polícia

Polícia prende homem que pode estar envolvido com assassinato em Taquara

Investigação do caso procura descobrir motivação do crime, ocorrido no mês passado

12/09/2019 13h24
Por: Fabrício Vieira
51
Paula Gislaine Pacheco foi encontrada morta
Paula Gislaine Pacheco foi encontrada morta

A prisão temporária de um indivíduo pode ser a chave para resolver a autoria do assassinato de Paula Gislaine Martins Pacheco, 32 anos, em Taquara. “Prendemos para a investigação. É alguém próximo dela, mas não é o suspeito do crime”, esclareceu  a delegada Rosane de Oliveira. “Estamos trabalhando para chegar até o autor”, enfatizou. A motivação do crime não está ainda confirmada, mas “tem uma linha de investigação nesse sentido”. 

Segundo a titular da DP de Taquara, a detenção do indivíduo, de 49 anos, ocorreu no final da manhã de terça-feira na rua Presidente Vargas, no bairro Guarujá, em Parobé. Entre as hipóteses do homicídio estão vingança ou crime passional.

Paula Gislaine Martins Pacheco havia sido sequestrada na noite do dia 20 de agosto quando assistia televisão em sua residência na rua Medianeira, no bairro Medianeira. Três homens armados arrombaram a porta da frente da casa. Segundo relato de uma testemunha, uma mulher de 31 anos que reside junto, o trio obrigou a vítima a entrar em um veículo não identificado de cor prata e não foi mais vista. A filha pequena da desaparecida, de dez anos de idade, não foi levada junto. No dia 27, pescadores localizaram o corpo da vítima nas águas do rio dos Sinos, na localidade de Santa Cristina do Pinhal, em Parobé.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.