• Porto Alegre, 13/07/2024
  • A +
  • A -
Publicidade

Maior apreensão de cocaína da história da Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul

Mais de meia tonelada de cocaína apreendida em Canoas


Maior apreensão de cocaína da história da Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul O prejuízo ao crime organizado é estimado em mais de 15 milhões de reais.


A POLÍCIA CIVIL/RS, por meio da 3ª DIN/DENARC, sob coordenação do Delegado Gabriel Borges, na manhã de segunda-feira (01/07), após investigação de 8 meses, cumpre um mandado de busca e apreensão domiciliar na cidade de Canoas e realiza a maior apreensão de cocaína da história da Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul.


Segundo o Delegado Gabriel Borges, a investigação iniciou a partir do recebimento de informações de que duas organizações criminosas com ramificações na cidade de Canoas formaram um consórcio para trazer grande quantidade de cocaína ao estado.


Conforme a investigação esse entorpecente chega ao país tanto via aérea, quanto via terrestre, por meio de transporte rodoviário.


Nos últimos dias foi intensificado o monitoramento e descoberto possíveis locais de armazenamento da droga, bem como o responsável pelo local.


Foi representado ao Poder Judiciário pela expedição de mandado de busca e apreensão domiciliar, sendo cumprido na manhã de hoje.


No primeiro imóvel um homem foi preso em flagrante com cocaína e um segundo indivíduo que estava num veículo foi conduzido para interrogatório.


No segundo imóvel, localizado no bairro Mathias Velho, os policiais apreenderam mais de meia tonelada de cocaína.


Um terceiro homem que estava no imóvel contíguo também foi conduzido para interrogatório.


O preso possui diversos antecedentes criminais, inclusive por tráfico de drogas.


O prejuízo ao crime organizado é estimado em mais de 15 milhões de reais.


O Delegado Gabriel Borges destaca que a apreensão é história no combate ao narcotráfico gaúcho, quebrando a estrutura do crime organizado e desarticulando a logística dos traficantes.


O Delegado Alencar Carraro, Diretor de Investigação do Narcotráfico, ressalta que se trata da maior apreensão de cocaína da história da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, resultado de investigações qualificadas e do combate permanente ao crime organizado.


O trabalho é resultado da estratégia de enfrentamento às organizações criminosas e o combate ao narcotráfico, sempre buscando a descapitalização do crime organizado e a responsabilização criminal de lideranças do tráfico de drogas.


A investigação prossegue para responsabilizar os demais membros do grupo criminoso.


Disque-denúncia do DENARC

08000 518 518




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.