• Porto Alegre, 25/06/2024
  • A +
  • A -
Publicidade

Os dois principais foragidos da Região Sul do RS são presos em Santa Catarina

Três veículos, dentre eles um de luxo, foram apreendidos durante a operação

Portal O Sul
Os dois principais foragidos da Região Sul do RS são presos em Santa Catarina Foto: Polícia Civil/Divulgação
Publicidade

A Polícia Civil prendeu os dois principais foragidos da Região Sul do RS. Segundo a corporação, eles são líderes de um grupo criminoso com base em Pelotas. As prisões foram realizadas no sábado (8) em Tubarão, em Santa Catarina.

Conforme a polícia, a dupla levava uma vida luxuosa utilizando documentos falsos. Os policiais apreenderam essas documentações, celulares, carteiras de identidade falsas usadas pelas companheiras dos bandidos e três veículos – um deles de luxo.

“Nossa equipe fez um trabalho de inteligência que analisou diversas informações e, a partir do cruzamento de dados, conseguiu identificar que os foragidos número 1 e 2 de Pelotas estavam ostentando uma vida como pessoas bem-sucedidas, vivendo em uma casa bem estruturada, utilizando veículos luxuosos, como um Porsche avaliado em quase R$ 700 mil, e, ainda assim, seguindo a cadeia de comando das ações do grupo criminoso”, destacou o delegado titular da 2ª Delegacia de Polícia de Pelotas, César Nogueira.

A investigação durou cerca de um mês. Durante esse período, a Polícia Civil apurou que a dupla movimentou mais de R$ 25 milhões somente nos últimos dez meses.

Um dos presos tem mais de 50 anos de pena a cumprir e estava foragido desde que rompeu a tornozeleira eletrônica, em 2021. O outro havia rompido a tornozeleira em janeiro deste ano. Os nomes dos criminosos não foram divulgados pela Polícia Civil.

“São diversos crimes praticados pelos foragidos, dentre os quais o de lavagem de dinheiro. A estrutura criminosa foi se organizando e evoluindo para que eles se apropriassem do dinheiro ilícito e o recolocassem no mercado como valores monetários lícitos. Como se utilizavam de documentos falsos, viviam tranquilamente com movimentações gigantescas em contas bancárias e cartões de crédito”, disse o delegado.

Publicidade



COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.