sheik
casa da linguiça
CARMENS TOPO
CHACINA

Polícia trabalha com hipótese de mais de um atirador em chacina de Mostardas

Três homens e duas mulheres foram assassinados a tiros. Nenhuma das vítimas tem antecedentes criminais

10/08/2019 16h22
Por: Fabrício Vieira
Fonte: Correio do Povo
41

A cidade de Mostardas, na Região Sul do Estado, teve uma madrugada de sábado violenta. Três homens e duas mulheres foram assassinados a tiros durante um ataque a uma boate na localidade de Solidão, a cerca de 60 quilômetros ao norte do Centro do município. Outras quatro pessoas foram alvejadas e foram encaminhadas a unidades de saúde de Porto Alegre em estado grave.

As vítimas foram identificadas como Bruna Jaqueline dos Santos Dutra, 27 anos, Guilherme Lemos Costa, 20, José Antônio Colares Machado, 73, e Marcelo Marques da Silva, além de uma mulher ainda não identificada. Nenhum tem antecedentes criminais.

De acordo com o delegado substituto da Delegacia de Mostardas, João Henrique Gomes de Almeida, a chacina ocorreu por volta da 1h30min, em uma boate localizada as margens da RSC-101, e pode ter envolvimento de mais de um atirador, conforme as características do crime. Segundo Almeida, as motivações do ataque ainda não estão claras.

“Trabalhamos com várias linhas de investigação, temos uma hipótese que os disparos seriam direcionados para um alvo específico”, diz. No local foram encontrados estojos de diversos calibres, o que leva a polícia a concluir que havia mais de um atirador. “Não temos nada de concreto ainda. Não sabemos montar, até o momento, como se deu a chacina porque as pessoas que estavam na casa e não morreram, estão hospitalizadas em estado grave na Capital.” A equipe da Polícia Civil esteve no local e busca a autoria e motivação para realizar a responsabilização do fato.

“Mostardas é uma cidade tranquila. Calma. Foi uma situação pontual, que estamos trabalhando para buscar os envolvidos”, frisa o delegado. A Brigada Militar que chegou ao local após ser acionada por populares, informou três homens e uma mulher foram executados com tiros na cabeça. Cinco feridos foram encaminhados para hospitais da região. Uma das vítimas morreu em atendimento. Eles teriam sido rendidos pelos criminosos e tiveram os celulares tomados pelos bandidos.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários